Como fazer o cachorro parar de latir

Compartilhe essa matéria

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Os principais motivos para latidos excessivos são o tédio provocado pelo confinamento, os pets não aguentam passar longos períodos longe dos seus tutores e latem por tristeza.

É importante colocar limites em excessos, é preciso investigar as causas dos latidos quando uma situação fica exagerada para, então, descobrir como fazer o cachorro parar de latir.

Seu pet também pode estar tentando chamar sua atenção, parecido com a atitude de uma criança que se joga no chão e faz birra quando quer um brinquedo, e entendido isso é importante para saber como fazer o cachorro parar de latir.

Outras razões incluem medo, tentativa de alertar sobre pessoas e animais estranhos por perto, defesa do território, dor, problemas de saúde e até felicidade, quando fica efusivo demais e não consegue se conter.

Estímulos externos chamam a atenção do animal de estimação, por isso que os passeios no parque parece um passeio à Disney para ele – outros cães, gente desconhecida, brinquedos, fontes, árvores, grama, pássaros…

Para saber como fazer o cachorro parar de latir ou latir menos, é preciso descobrir quais motivos levam a tal comportamento.

O primeiro passo, portanto, é observar em quais momentos e situações o pet costuma latir mais. Sabendo o motivo, você pode seguir alguns dos seguintes passos:

  • Se ele estiver entediado, pode estar com excesso de energia, algo muito comum principalmente em raças de grande porte. Antes de sair de casa, exercite-o e deixe à sua disposição brinquedos interativos para que possa se divertir até você chegar. Se necessário, contrate um pet sitter para distrai-lo durante alguns dias da semana;
  • Fale de forma firme que tal comportamento é inaceitável, caso o motivo dos latidos seja chamar sua atenção. Não use palavras ofensivas e não grite; tenha paciência e ignore. Deixe que ele perceba seu aborrecimento e use o reforço positivo quando ele estiver quieto em situações em que ele, normalmente, latiria;
  • Caso os latidos sejam motivados por estímulos externos, procure bloquear a vista do cão. Por exemplo, se ele observa a rua e tarde para os carros, pedestres e outros cães, mantenha-o dentro de casa ou no quintal para que não faça muito barulho;
  • Para cães com ansiedade de separação a dica, além de dar muita atenção e carinho no tempo que estiver com seu animal de estimação, é deixar a televisão ou o rádio ligado para que ele não se sinta tão sozinho. Contratar um pet sitter também é uma boa saída;
  • Passeie com seu cão em locais movimentados com mais frequência, para que ele se acostume com os estímulos externos e outros cães e pessoas; apresentá-lo para os vizinhos e seus pets também pode ser uma boa ideia. Dessa forma ele não verá como estranhos e poderá diminuir os latidos.

Raças que mais latem

O Basenji é uma raça única de cachorro que não tarde, mas não vá se animar muito – ele uiva, em compensação. Os campeões em barulho são o Yorkshire, Poodle, Chihuahua, Pastor de Shetland, Setter Irlandês, Cairn, West Highland, Lhasa Apso e Doberman.

Mas algumas raças podem ser mais silenciosas, do tipo que só latem se for muito necessário. São bons exemplos, mas é importante destacar que essas não são regras a todos os exemplares de cada raça, ver abaixo:

  • Golden Retriever
  • Pug
  • São Bernardo
  • Bulldog Francês
  • Bullmastiff
  • Bichon Frisé
  • Cavalier King
  • Charles Spaniel

Comportamentos que fazem latir:

Os cães podem latir quando se sentem ameaçados, seja por outro cachorro ou por outros animais e até pessoas, como uma forma de alertar o tutor que há algo de errado e até de impor respeito. Por serem territorialistas, eles também podem latir quando alguém invadir seu espaço, seja ele uma pessoa ou outro cachorro – nesse caso, podem até se tornar agressivos.

Quando estão muito animados, também tender a ser mais vocais, pois querem expressar a alegria que estão sentindo; é por isso que latem mais quando você chega em casa ou quando aparece com um novo brinquedo.

Uma visita que toca a campainha já faz o cachorro latir, como se quisesse dizer tanto “quem chegou?” quanto te avisar que tem gente no portão.

Como fazer o cachorro parar de latir

Existem três tipos de coleira anti-latido: com recurso de sonoro, que emite um som irritante quando o cão late; de impulso eletrônico, conhecida como “coleira de choque”, que emite uma descarga mínima com o latido; e com spray de odor, que emite um cheiro desagradável quando o cão faz barulho.

O uso da coleira é polêmico, embora os recursos sonoros, de odor e de choque não cheguem a prejudicar o cão.

Indicações para uso da coleira anti-latido:

A principal recomendação para entender como fazer o cachorro parar de latir é, antes de mais nada, levar o cão a um veterinário para saber como causas dos latidos excessivos. A coleira só é recomendada para cães que latem demais e sem razão, mas na maioria dos casos os latidos tem alguma motivação que pode ser solucionada facilmente.

Veja aqui Calendário de Eventos PET

Em busca dos melhores produtos para o seu animal de estimação? Acesse a loja virtual Petz!