Prevenção e Combate de Incêndios no Condomínio

Compartilhe essa matéria

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Todo mundo sabe que não dá para brincar com fogo. Incêndio no condomínio é coisa séria e não podemos descuidar nem por um instante!

Infelizmente, incêndios em condomínios são problemas mais comuns do que imaginamos (e gostaríamos). E é dever do síndico diminuir os riscos de uma tragédia como a que ocorreu no centro de São Paulo, na madrugada do dia 1º de maio de 2018. Segundo o relato dos moradores do local, o fogo teve início no 5º andar de um prédio de 24 andares. As chamas se espalharam rapidamente e, em pouco tempo, o edifício desabou.


Tragédias como essa intensificam o alerta pelas políticas de prevenção e combate de incêndios no condomínio. Mesmo com tantos avisos, milhares de condomínios no país ainda não estão devidamente equipados para evitar esse tipo de acidente. Só na capital paulista, quase metade dos prédios foram construídos antes da criação de políticas rígidas contra incêndios.

Como anda a segurança contra incêndio no seu condomínio?

Existe uma série de regras e regulamentos que um síndico deve seguir com muita atenção e dedicação para garantir a segurança dos moradores. A responsabilidade pela regularização anti-incêndios no condomínio pertence ao proprietário do imóvel ou ao responsável por ele, como é o caso do síndico.
Pensando nisso, preparamos essa publicação para ajudar o síndico a prevenir incêndios no condomínio e gerar mais segurança para todos.